A alopecia androgenética (AAG) é uma condição genética comum de queda dos cabelos, produzida pela ação dos andrógenos circulantes

Caracteriza-se pela perda e afinamento progressivo dos cabelos, geralmente acompanhado de recesso bi-temporal anterior dos folículos pilosos no couro cabeludo.

Comuns em homens e popularmente chamada de calvície, a alopecia androgenética pode afetar mulheres, que além do fator genético, possivelmente detém a presença de endocrinopatias androgênicas, além de desequilíbrios nas taxas de zinco e ferro e fatores ambientais.

A alopecia como um problema social

Em homens e mulheres, a queda de cabelo pode representar dificuldades em socializar, tendo sua qualidade de vida afetada drasticamente. Em um trabalho realizado por J.Van Der Dorik (1994), 72% das mulheres apontavam um efeito negativo em sua autoestima devido a queda de cabelo e 48% ainda tratavam a patologia como um sério problema social. Vale ressaltar que a avaliação da qualidade de vida, equilíbrio psicológico e físico e a expectativa de resultado devem ser considerados na indicação terapêutica do médico.

A alopecia androgenética tem origem hormonal e genética, devido a um gene único autossômico e dominante com penetrância reduzida nas mulheres. Deste modo, o gene apresenta uma sensibilidade específica aos andrógenos e, na puberdade, há uma miniaturização que leva à transformação do pêlo terminal em pêlo tipo “velus”, uma modificação hormonal que, associada a diferença embriológica, determina diferentes respostas dos folículos pilosos, o que permite a ocorrência da patologia.

Outros fatores como os alimentos e o ambiente podem contribuir negativamente para a manutenção dos cabelos, que dependem de nutrientes. Deficiências de nutrientes oportunizam a queda, quebra e fragilidade dos fios, podendo modificar sua estrutura, forma e textura. As vitaminas que fazem parte do grupo do complexo B são essenciais para a saúde dos cabelos. Em relação aos sais minerais, o ferro, o zinco e o cobre também são vitais para a manutenção dos cabelos.